sexta-feira, 23 de outubro de 2009

ESTIMA

A primeira vez que ouvi a composição do meu mano velho Stênio Március, chorei...eu nunca vira a parábola da ovelha perdida contada com tamanha percepção de amor, sofrimento e alegria. Gostei logo da primeira vez que ele me mostrou. Gostei tanto que fui logo fazendo minha interpretação...é lógico que o original é sempre o mais fiel ao coração do autor da música. Mas música é um mistério, ela é uma criatura viva, depois que é gerada, leva vida própria, é capaz de tocar pessoas das mais diferentes maneiras. O arranjo é do Maestro Marinho Brasil. Obrigado Marinho, por tomar idéias tão simples e deixá-las tão maravilhosas. Obrigado, mano por ter escrito uma canção tão emocionante.

ESTIMA - Stênio Március

Um lamento de cortar o coração
Ecoou no vale e todo mundo ouviu
Um pastor aflito conta e reconta sem querer acreditar: falta uma ovelha sua no curral.
Comovido vai em busca de encontrá-la
Ela é fraca e tola mas ele a estima
Sobe e desce morro, mil perigos, vai exausto sem jamais perder
a ternura enquanto chama o nome dela.
Em lugares tortos e sombrios, sofre quando a imagina ali.
Fosse outro encerraria a busca, mas incompreensivelmente a ama.
E no fim da madrugada a encontra, ferida e assustada mas com vida
E desce a ribanceira como aos vinte anos, e toma com cuidado sobre
os ombros fartos.
Que alarido é esse no amanhecer, é o pastor fazendo festa no arraial
Como se tivesse achado o maior tesouro que jamais se viu
É só uma ovelha mas como ele a ama.



video

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

GRAVA MEU NOME NO TEU CORAÇÃO

Essa canção foi escrita para cantar no casamento do Ricardo e Carla Torres, o arranjo é do maestro Cesar Elbert - na mão dele, qualquer música se torna maravilhosa. Tenho uma amizade muito especial com o Cesar - sempre que tenho uma missão dificil, eu peço a ajuda dele. Obrigado maestro por esse arranjo. O mais importante é que eu cantei essa música com a Amanda, minha filha caçula. Fiquei nervoso no dia - imagine só, eu e minha pequena? Mas parece que nos saímos bem. Quem sabe um dia alguém descubra a voz dela e faça uma gravação...(pai coruja né?)

GRAVA MEU NOME NO TEU CORAÇÃO (Edilson Botelho)

Grava meu nome no teu coração, eu quero ser teu guardião,
Bem junto à fonte do teu desejar, meu cântaro deixar.
Sela meu nome no teu coração, onde ninguém possa apagar...
Mais do que um nome gravado no anel, eu quero ser teu par.
O amor vem do céu, vem de Deus
Amor que não sabe acabar.
Sabe sofrer, mais que tudo sabe esperar, sabe renunciar, permanece.
Amor assim não se pode comprar, e de ninguém se pode arrancar
São labaredas de pura paixão, amor que não tem fim.
Amor de Deus, plantado em nós, amor mais forte que a morte,
Esse é o verdadeiro amor que nos uniu!


video

sábado, 26 de setembro de 2009

LAÇO DE PLATINA

Escrever para casamentos é uma coisa que faço há muitos anos - acho que desde o primeiro casamento. Mas escrever para bodas de prata, ouro ou platina é um desafio. Essa canção foi escrita para o casal Cleide e Adiel a quem amo muito.

LAÇO DE PLATINA

No começo foi assim, diziam que éramos jovens demais
Muito novos pra saber o que é o verdadeiro amor
Mas o tempo é que provou que havia em nós muito mais que paixão
Era um laço de amor que uniu nossos corações
Foi a mão do Pai, sempre, que formou o nosso lar
Proveu pão e vida, risos, lágrimas e dor
E depois de tudo eu sei, que até aqui o Senhor ajudou
Nada pode separar o meu coração do teu
Hoje somos casa, firme, Deus conosco sempre está
Graça e esperança temos pra vencer o mal
Nós e nossos filhos, firmados na Rocha que é Cristo Jesus
Nós te agradecemos Pai, por sermos um lar tão unido e feliz
Laço de Platina que a mão do Senhor moldou.


video

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

NOSSO AMOR

Essa canção eu escrevi para o casamento do Junior e Luciana, um casal muito querido. A idéia era mostrar o amor nascendo como nasce o dia...devagar mas avassalador. É uma música dificil de cantar, pelo menos pra mim, porque ha muitas partes graves e outras bem agudas. Às vezes, quando estou compondo, esqueço que depois vou ter que fazer tudo que invento...
O arranjo como sempre, foi do Maestro Marinho Brazil, a quem deixo aqui o meu muito obrigado.

NOSSO AMOR

É manhã,
Natureza despertou, movimento forma e cor
tudo faz sentido à luz do sol
Nosso amor é assim, me diz ao amanhecer
Que Deus me fez pra voce, voce pra mim.
Nosso amor, é fragrância de aloés,
Brisa fresca no calor,
Água de beber que banha os pés...
Nosso amor faz tanger nas cordas do coração
Canção, verso, rima, prosa e emoção.
Nosso amor, que sou esperar
Vai fazer valer toda essa paixão
Sob o olhar de quem planejou
E hoje nos somou para sermos um
Sob a mão do Pai, que há de nos guiar
Ah, nossos dias serão tão curtos, tão poucos, tão bons
Pra tanto amor!




video

O TESTEMUNHO DE NOÉ

Algum tempo atrás, eu li um pequeno texto em ingles que me deu a idéia de escrever esse "testemunho de Noé".
Essencialmente, era para deixar Noé falar da sua família, seus ancestrais, seus filhos, os problemas do seu tempo, o chamado para construir a Arca, o seu ministério como pregador da justiça.
O intérprete foi o Vinícius Moreti, meu aluno de teologia no Seminario Teológico Maranata, no Rio de Janeiro, e o audio foi gravado num dos cultos na Igreja Missionária Evangélica Maranata da Tijuca. Vinícius é ator e criou uma notável apresentação para o texto. Ouça com paciência, não ligue muito para as imagens, elas estão aí só pra não ficar a tela sem nada.
Podem usar à vontade se desejarem. Afinal de contas, Noé é extraordinário.


video

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

A SANDÁLIA, O ANEL E O PERDÃO

Meu irmão Stenio Március tem uma pequena obra prima chamada - FIM DE TARDE NO PORTÃO, onde ele mostra a paráboloa do filho pródigo, do ponto de vista do Pai. Aí me ocorreu a idéia de escrever algo sobre o que passava na cabeça do filho enquanto voltava pra casa. Saiu...

A SANDÁLIA, O ANEL E O PERDÃO
Volto pra casa cansei desse exílio

Nada mais tenho a perder
Doce era o vinho, amaro é o vício
Volto sem nada colher
Sou mero espectro do filho de um rei
Sombra de hereu, resto de sucessor
Trago no peito a saudade de um nobre e antigo amor
O que me aguarda só Deus é quem sabe
Ira, tristeza ou rancor?
O que mais posso esperar ou pedir?
Fiz o papel de agressor...
Minha esperança é que ele me aceite,
Como plebeu, sementeiro de grão
Vou trabalhar pelo pão, pagar pelo que esbanjei

Mas de repente o inesperado me brinda
De longe ainda, meu pai que espera me vê
Seus pés o fazem correr, correm pra me socorrer
Braços me abraçam, são laços de compaixão
Beijos na face a dizer, meu filho amado voltou!
Mais que a sandália e o anel, seu amor me salvou.


video

terça-feira, 15 de setembro de 2009

PORTAIS DO CÉU

Há anos Deus me dá o privilégio de dirigir o cântico no Congresso Anual do Ministério Igreja em Células. Começou pequeno e hoje é um dos maiores eventos na agenda da igreja brasileira. Em março de 2009, em Águas de Líndóia, minha equipe foi - Maestro Marinho Brazil (teclado), Michal Jr (bateria) e Hemerson Lima no Baixo - praticamente base, mas o suficiente. Um dos momentos mais abençoados foi o cântico de Portais do Céu (Lift up your heads) de Tommy Walker, que traduzi e adaptei ha alguns anos. Um amigo gravou a igreja cantando (aos pedaços) eu tentei juntar as partes pra voces terem idéia de como é a música.


video

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

AO DEUS DESCONHECIDO

Olha - eu postei essa relíquia, faz parte da minha primeira gravação em 1974 - uma fita cassete gravada na COMEV. A mesma música, dez anos depois, gravada em vinil (Long Play) também na COMEV



video

terça-feira, 8 de setembro de 2009

"O CENTURIÃO" COM A SHALOM JAZZ BAND

Aconteceu no 52o Aniversário da Igreja Presbiteriana de Macaé, onde pastoreio, com o concerto da Shalom Jazz Band, com 18 músicos, mais o meu amigo Gleison Nascimeno Carlos (na quitarra ele faz cuíca, pode?), sob regência do maestro Eli Pedro da Silva, o Eli do Trompete. Eles me fizeram uma surpresa - fizeram sem eu saber, um arranjo pra música do Centurião. Aí me chamaram ao palco e pediram pra eu tocar a música...gente, foi uma emoção, com tantos músicos maravihosos ali, até me perdi algumas vezes...eu não sabia se cantava ou curtia a orquestra...o arranjo foi do pianista Lorival Pereira.

video

O CENTURIÃO

Essa música tem uma história engraçada...meu amigo Pastor Paulo Brito havia feito uma letra baseada na parábola do filho pródigo e pediu-me pra fazer uma música. Eu fiz a música, enviei pra ele, mas ele não aprovou. Então, pra não perder a música, eu mandei pro Stenio fazer uma letra pra ela. Ele fez, só que a letra era boa demais pra música que eu tinha, daí resolvi fazer outra música pra letra dele...deu nisso...

O
video

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

RIO - POEMA DO BRASIL

Eu estava de mudança para o Rio de Janeiro em dezembro de 2005, estava no "quarto do profeta" hospedado pelo meu grande amigo Paulo Brito, da Igreja Maranata, o dia amanhecia e eu fiquei com saudade de compor música. Deus me deu essa canção que depois o Stenio Március que fez essa belíssima letra.

RIO POEMA DO BRASIL
Letra: Stenio Március - Música: Edilson Botelho
Quem nunca te viu
Jamais saberá o que é uma cidade
que ri pra voce, nas cores, nas luz, morros e mares
Encantos mil, poema do Brasil
Um povo a cantar o amor que no ar deixou uma pista
Aqui, sem querer, voce quando vê, vira um artista
E quem já viu, jamais esquece o Rio
Mas é tão triste, ver tu dor,
Será que o Rio já se esqueceu do Redentor
Que é muito mais do que o postal dessa cidade,
Cristo é quem pode, encher o Rio de felicidade e paz.
Rio de Janeiro, jardim de Deus,
Vem a Jesus, deixa ele ser o teu Senhor
Que seja a cruz, orgulho e glória desse povo
Faça o perdão de Deus, a essa cidade que é maravilhosa
Cantar.


video

FIRME ESTÁ O MEU CORAÇÃO

Bem, a história dessa música é a seguinte, em Campinas eu tinha um grupo de oração que se reunia às 6h da manhã, um grupo pequeno, mas muito fiel. Eu começei a fazer alguns cânticos somente para usar nessa reunião - o mais fácil era musicar os salmos porque a letra está na bíblia. Esse foi um dos primeiros, para o Salmo 108. Espero que gostem!
video

sábado, 5 de setembro de 2009

A NOSSA FESTA

Bem, esse filme em S-8, foi feito pelo meu tio Jaziel Botelho - uma relíquia do século 20. Juntei com as fotos e fiz esse documentario. Espero que gostem.
video

HOJE É MEU ANIVERSÁRIO DE CASAMENTO

Ontem completei 52 anos de vida, e hoje, dia 5 de setembro, completei 28 anos de casamento com a mulher mais linda, interessante e encantadora que conheci. Com ela tive duas filhas, Jenny e Amanda, duas moças lindas hoje. Aí me deu uma saudade daquele dia e resolvi relembrar como foi. Espero que goste do meu clipe!
Querida Márcis, voce é tudo de bom na minha vida, inspiração, encorajamento e prazer.
Eu te amo.
video

VIVER PRA SI

Vou começar por aqui - VIVER PRA SI - essa música eu escrevi na década de 70 quando eu tinha um quarteto chamado ALELUIA 4 - meu irmão Stenio, Cláudia e Valéria Vassão. Cada um fazia sua voz...e dava certo.

VIVER PRA SI
Edilson Botelho

Quem quiser viver pra si
sem nem sequer se incomodar
que vai chegar o dia que todos diante de Deus
vão dar conta de si
Aí voce vai ver que não valeu a pena ter tanto dinheiro assim
Vai ver que as suas boas obras nada vão lhe adiantar
Mas quem creu na pregação que Cristo é o Salvador
Quem de corpo e alma se devolveu pra Deus
Em troca vai viver a vida que Cristo prometeu
Vida de abundância, experimentar
Quem quiser salvar a sua própria vida, irá perder
Quem perder a sua vida por amor de mim,
Para sempre viverá, viverá, viverá.

video

NOVA FASE!


Caros amigos, resolvi voltar ao mundo da música, meu irmão Stenio Március fez isso por mim, me fez lembrar que Deus me deu um dom que eu deixei de cultivar há muitos anos... Como vocês sabem, Deus me chamou para o pastorado, a música sempre me ajudou, mas sempre em segundo plano. Bom, não que isso vá mudar, apenas não quero deixar isso ficar tão esquecido. Vou postar aqui as coisas que Deus me colocar no coração. Vai ser uma volta dificil, porque há tanta gente boa escrevendo musica, que eu nem precisaria voltar. Mas isso não é competição. É um compromisso com o meu Deus. Mesmo que ninguém ouça minhas canções, Deus as espera de mim, porque ele me deu um dom que deve voltar pra Ele.
Voces vão ter que me aturar!