sexta-feira, 23 de outubro de 2009

ESTIMA

A primeira vez que ouvi a composição do meu mano velho Stênio Március, chorei...eu nunca vira a parábola da ovelha perdida contada com tamanha percepção de amor, sofrimento e alegria. Gostei logo da primeira vez que ele me mostrou. Gostei tanto que fui logo fazendo minha interpretação...é lógico que o original é sempre o mais fiel ao coração do autor da música. Mas música é um mistério, ela é uma criatura viva, depois que é gerada, leva vida própria, é capaz de tocar pessoas das mais diferentes maneiras. O arranjo é do Maestro Marinho Brasil. Obrigado Marinho, por tomar idéias tão simples e deixá-las tão maravilhosas. Obrigado, mano por ter escrito uma canção tão emocionante.

ESTIMA - Stênio Március

Um lamento de cortar o coração
Ecoou no vale e todo mundo ouviu
Um pastor aflito conta e reconta sem querer acreditar: falta uma ovelha sua no curral.
Comovido vai em busca de encontrá-la
Ela é fraca e tola mas ele a estima
Sobe e desce morro, mil perigos, vai exausto sem jamais perder
a ternura enquanto chama o nome dela.
Em lugares tortos e sombrios, sofre quando a imagina ali.
Fosse outro encerraria a busca, mas incompreensivelmente a ama.
E no fim da madrugada a encontra, ferida e assustada mas com vida
E desce a ribanceira como aos vinte anos, e toma com cuidado sobre
os ombros fartos.
Que alarido é esse no amanhecer, é o pastor fazendo festa no arraial
Como se tivesse achado o maior tesouro que jamais se viu
É só uma ovelha mas como ele a ama.



video

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

GRAVA MEU NOME NO TEU CORAÇÃO

Essa canção foi escrita para cantar no casamento do Ricardo e Carla Torres, o arranjo é do maestro Cesar Elbert - na mão dele, qualquer música se torna maravilhosa. Tenho uma amizade muito especial com o Cesar - sempre que tenho uma missão dificil, eu peço a ajuda dele. Obrigado maestro por esse arranjo. O mais importante é que eu cantei essa música com a Amanda, minha filha caçula. Fiquei nervoso no dia - imagine só, eu e minha pequena? Mas parece que nos saímos bem. Quem sabe um dia alguém descubra a voz dela e faça uma gravação...(pai coruja né?)

GRAVA MEU NOME NO TEU CORAÇÃO (Edilson Botelho)

Grava meu nome no teu coração, eu quero ser teu guardião,
Bem junto à fonte do teu desejar, meu cântaro deixar.
Sela meu nome no teu coração, onde ninguém possa apagar...
Mais do que um nome gravado no anel, eu quero ser teu par.
O amor vem do céu, vem de Deus
Amor que não sabe acabar.
Sabe sofrer, mais que tudo sabe esperar, sabe renunciar, permanece.
Amor assim não se pode comprar, e de ninguém se pode arrancar
São labaredas de pura paixão, amor que não tem fim.
Amor de Deus, plantado em nós, amor mais forte que a morte,
Esse é o verdadeiro amor que nos uniu!


video